iPhone 12 vs iPhone 11: o que muda no preço e na ficha técnica

Celular da Apple traz 5G, tela melhorada e novo design para compensar falta de acessórios na caixa.

O iPhone 12 vem sem carregador e fone de ouvido pela primeira vez, mas promete compensar com melhorias em relação ao visual e ficha técnica do antecessor iPhone 11. O celular compartilha mais características com as edições superiores iPhone 12 Pro e iPhone 12 Max, como a internet 5G e a tela OLED com acabamento reforçado, além do novo processador.

Ele também deixa de ser o mais simples da linha, título que neste ano fica a cargo do novato iPhone 12 Mini. Confira.

Tela, design e cores

O iPhone 12 está mais enxuto. A nova geração do celular da Apple traz tela com as mesmas 6,1 polegadas de antes, mas com menos bordas. Como resultado, todas as dimensões estão menores: ele é mais baixo, estreito, fino e leve que o iPhone 11.
Além de aproveitar melhor o espaço no corpo, o display está melhor. O LCD do iPhone 11 dá lugar ao OLED no painel Super Retina XDR, antes visto apenas na edição Pro. A tela do novo iPhone ainda traz o que a Apple chama de Ceramic Shield, um vidro especial com cristais na composição. Aliado à lateral metálica em linhas retas, ele aumenta a durabilidade do smartphone em quatro vezes, de acordo com a empresa.

A resistência à água também melhorou. Apesar de a especificação IP68 ser a mesma do iPhone 11, o iPhone 12 triplica o tamanho de coluna d’água suportada em imersão: de 2 para 6 metros de profundidade ao longo dos mesmos 30 minutos.

As cores disponíveis, por outro lado, diminuíram. O novo iPhone 12 vem em cinco cores: branco, preto, vermelho, verde e azul.

Câmeras

O iPhone 12 mantém a estrutura de câmera dupla com dois sensores de 12 MP – eles contam com lentes regular (wide) e grande angular (ultra wide). No entanto, há mudanças no hardware e no software para deixar as fotos melhores, especialmente sob condições adversas de iluminação, como ao fotografar ou filmar em contraluz.

Uma das principais melhorias estão na lente principal, cuja abertura de f/1,8 aumenta para f/1,6 e permite entrada de 27% mais luz. Na segunda câmera, a novidade mais substancial é a compatibilidade com o modo Noite. Dessa vez, portanto, o iPhone permite tirar fotos mais abertas mesmo quando está totalmente escuro.

No software, o destaque é o HDR, que está mais inteligente para entender a cena e ajustar cores e exposição de forma automatizada. Já na gravação de vídeos, é possível pela primeira vez usar o formato HDR Dolby Vision em um smartphone.

Desempenho e armazenamento

O iPhone 12 promete um novo salto de desempenho com a chegada do chip A14 Bionic. Além de mais veloz que o processador do iPhone 11, o componente traz rede neural mais avançada para computar dados usados em aplicações que precisam de inteligência artificial.

A ficha técnica não menciona a quantidade de memória RAM, mas sites especializados apontam que o novo iPhone segue com os mesmos 4 GB da geração passada. O armazenamento também não mudou. Consumidores poderão escolher entre 64, 128 ou 256 GB de capacidade.

Bateria

A principal novidade sobre a bateria do iPhone 12 não é sua duração, mas a maneira como ela será recarregada. Pela primeira vez, a Apple não incluirá um carregador na caixa do aparelho, apenas o cabo de dados. Com a medida, que visaria conter o descarte de lixo eletrônico, o consumidor será obrigado a usar um plugue de tomada que já possua ou comprar um adaptador de energia por R$ 219 na loja oficial da Apple.

O iPhone 12 não deve melhorar substancialmente a autonomia de uso. Segundo a Apple, o ganho está em apenas uma hora a mais em streaming de vídeo, enquanto outras atividades renderiam a mesma autonomia do iPhone 11.

Sistema

O iPhone 12 sai de fábrica com o iOS 14, sistema liberado por meio de atualização para modelos anteriores, incluindo o iPhone 11. A experiência de uso promete ser a mesma entre os aparelhos, com exceção das funções disponíveis no aplicativo de câmera nativo. Além disso, o celular mais novo deve render pelo menos um ano a mais de suporte técnico para versões futuras do software.

Outro destaque da ficha técnica do iPhone 12 é a chegada da conectividade 5G. A Apple promete velocidade de até 3,5 Gbps (Giga) em redes de quinta geração, além de 2 Gb/s em 4G. O recurso estreia com atraso na comparação com rivais como a linha Galaxy, da Samsung. No entanto, muitos países ainda não oferecem este tipo de conexão. No Brasil, por exemplo, ainda não há previsão para comercialização de planos 5G por operadoras, mesmo que empresas do setor já tenham iniciado testes antes do leilão por parte da Anatel.

Preço

O iPhone 12 ficou mais caro do que o iPhone 11, ao menos nos Estados Unidos. O lançamento de 2019 custava US$ 699, enquanto a nova geração sai por US$ 829 – um acréscimo de US$ 130. Dá cerca de R$ 4.620 em conversão direta e sem impostos. Já as versões com 128 GB e 256 GB custam US$ 879 e US$ 979, respectivamente, o equivalente a R$ 4.900 e R$ 5.450.

Ainda não se sabe, porém, por quanto o lançamento será vendido no Brasil. O iPhone 11 chegou ao país em outubro de 2019 por R$ 4.999 e foi recentemente reajustado para R$ 5.699. A tendência é de que a nova geração custe ainda mais.

Matéria originalmente publicada Por Paulo Alves para o TechTudo







O objetivo da Gold é proporcionar ao parceiro a nossa estrutura de atendimento e relacionamento com clientes e backoffice de modo que seu trabalho seja simplificado e focado na área comercial.

Principais benefícios da parceria:

  • Remuneração agressiva com bonificações por resultado.
  • Menor Investimento, com possibilidade de atuação Home Office.
  • Suporte Comercial, Back Office e Pós Venda.
  • Gestão e Controle de pedidos única e exclusivamente via sistema CRMTel.
  • Parceria formalizada por contrato.

Entre em contato conosco

Contato

Gold Empresas - Parceiro Vivo Empresas
LTL TELEFONIA E COMUNICAÇÕES LTDA

x

Podemos te ajudar?

Qualquer dúvida estamos à disposição